Viagem

Vídeo do Enterro da Sardinha nas Astúrias (Gijón y Avilés)

Há celebrações que, embora elas lhe digam, se você não estiver lá para apreciá-las, elas são difíceis de entender. Na sua falta, o melhor é geralmente um vídeo Certo? Se eu já tentasse mergulhar no turbilhão festivo que inunda a Villa del Adelantado em Sábado de Carnaval, quando a descida da Galiana é comemorada em Aviles. agora é a vez do enterro da sardinha, que você tem um álbum de fotos na página de Facebook da Viajablog.

Há alguns dias expliquei as origens (e nunca usei melhor o plural, porque não há origem unanimemente aceita) do Enterro da Sardinha, celebração que, apesar do nome tão terrível, é o último ato de diversão e festa popular diante dos rigores da Quaresma.

Começa com a música das charangas, continua com uma procissão que é tudo menos funeral e o ponto final é colocado pela acidez no verbo de quem lê o testamento da Sardinha, que geralmente acaba voando pelo ar (a Sardinha, não a que lê a vontade).

Em Gijón e Avilés, a festa é vivida de maneira semelhante, mas diferente, e aqui deixo um vídeo (desculpe a qualidade de algumas das imagens, é o que ela tem para gravar à noite, embora a câmera seja ótima) que atesta, com sua enlutados, seus caracteres peculiares e sua música:

5.001