Viagem

O palácio de Knossos em Creta

Pin
Send
Share
Send


Há alguns anos, viajamos de Dublin a Creta, aproveitando um pacote turístico a um preço muito bom que oferecia um vôo direto para Heraklion e seis noites em uma área turística da ilha.

Aproveitamos a oferta para fazer a viagem ao nosso gosto adicionando um carro alugado para visitar Creta por alguns dias, uma balsa que nos levaria a Santorini para passar alguns dias e um voo doméstico para visitar Atenas.

Durante a nossa estadia em Creta, não podemos perder a visita ao palácio de Knossos (ou Knossos). Sem dúvida, um dos lugares mais lendários do planeta.

A história diz que um homem meio homem meio touro foi trancado no palácio de Knossos e alimentado apenas com carne humana. Ele sofreu a conseqüência da punição que o deus Poseidon impôs a seu pai Minos II por não ter oferecido um touro em sua homenagem, como ele havia prometido anteriormente. A desova, ele foi chamado de Minotauro. Para esconder esse pesadelo, Dédalo construiu um labirinto onde estavam trancados naquele homem meio homem meio animal.

Durante anos, o rei ordenou levar sete donzelas e sete jovens da cidade subjugada de Megara para o labirinto como alimento para o Minotauro. Teseu, uma vez, entrou no grupo dos executados e foi ao labirinto para acabar com a besta e conquistar o coração da filha do rei Minos; Ariadne Graças à astúcia da garota, com uma corda marcada no caminho que ele estava seguindo, ele conseguiu matar a fera e conseguiu retomar seus passos para a saída. A bela Ariadne, filha do rei de Creta, se apaixonou por ele e juntos partiram para Atenas, embora Teseu finalmente tenha deixado a garota abandonada na ilha de Naxos.

Essa, com grandes pancadas, é a lenda do labirinto e a pessoa que está no ônibus a caminho do Palácio de Knossos não pode deixar de dar imaginação e cobrir as ruínas em paredes gigantes e, enfim, reinventar a realidade do presente com toques de um fascinante passado de deuses, minotauros, amores e heres.

De Heraklion, pegamos uma linha de ônibus que nos deixou nos portões do Palácio de Knossos em cerca de 30 minutos.

Hoje existem poucos restos do antigo templo. Não surpreendentemente, foi construído por volta de 2.000 a.C. e foi destruído por um terremoto três séculos depois. Segundo os arqueólogos, consistia em 1.500 quartos e compreendia um espaço de 17.000 metros quadrados.

De qualquer forma, hoje você ainda pode admirar alguns edifícios. As colunas são decoradas com tinta nova, embora não quebre a construção original excessivamente. A maior parte da visita é realizada sob o sol, exceto quando se visita a Sala do Trono. É costume ter uma longa fila de visitantes esperando. Enfim, vale a pena graças aos requintados afrescos e esculturas espalhadas na câmara, os melhores da era minóica, como a deusa das cobras.

Mais informações, Arqueologia

5.001

Pin
Send
Share
Send