Viagem

China Os Guerreiros X'ian

Em X'ian, não há apenas guerreiros de terracota, também há Sabadell Catalans e uma praga de espanhóis gritando pelo mercado!

X'ian, capital do território chinês até o século IX, competiu com Roma em seu tempo e depois com Constantinopla e outras grandes cidades por ser a mais poderosa e opulenta. Hoje, após a convicção comunista de começar do zero, existe apenas um muro que cobre 14 km2 da nova cidade. De qualquer forma, seu estilo clássico é parcialmente preservado com seus templos, pagodes, mesquitas etc., mas, infelizmente, quase tudo é fabricado na China no século XX.

Ao chegar no albergue depois de 15 horas de trem, encontrei-me amb gent de la terra! de Sabadell, e foi bom falar catalão novamente! Fomos passear no bairro muçulmano e no bazar havia apenas espanhóis por aí. Eu não tinha visto tantas coisas juntos desde que comecei a viagem. Imagino que meados de agosto e passeios em massa sejam a resposta ... Fomos visitar uma mesquita meio muçulmana, meio chinesa para escapar da "Mari! O bluuuuza guzta ???? !!!! ”

No dia seguinte, visitei os guerreiros de terracota de X'ian. É uma monstruosidade de 3 escavações que ainda não terminaram com milhares de guerreiros do século III aC. É como visitá-los no Fórum de Barcelona e, ao mesmo tempo, ter milhares de espelhos que multiplicam o número de guerreiros na sala pelo poder infinitesimal.